Frustrações: interrupções de comportamentos motivados

Viver é uma dádiva de Deus, mesmo diante dos percalços que ela nos apresenta. Viver ainda é o melhor nessa longa trajetória da vida humana aqui na terra. Vivemos dias de dificuldades, período em que o mundo passa por uma série de acontecimentos espantosos. Frequentemente somos surpreendidos por fatos que nos causam grandes comoções, e nos deixam desapontados. Mas, os que mais nos decepcionam e nos inquietam, são aqueles que mexem com nossas emoções, gerando frustrações e malogros.
Frustrações são interrupções de comportamentos motivados. São os fracassos dos indivíduos em relação a suas próprias expectativas. São consequências de desejos não realizados. A frustração gera ansiedade, ainda que seja resultado do desfecho de uma situação específica, ao contrário dos medos, conflitos e desejos, que fazem parte do processo. Poderíamos esperar que a frustação, causasse apenas tristeza, mas causa muita ansiedade, inquietação e até agressão.
As frustações influenciam as emoções em novas oportunidades. Uma pessoa que frustrou-se em uma situação anterior, pode ser dominada pela tensão que envolve outras tentativas, e ela por si só, começa a ver tudo de forma negativa. É comum encontrarmos pessoas cujas as frustrações, se transformaram em desilusões com elas mesmas. “O jovem depois de reprovado em dois vestibulares, passa a acreditar que nunca terá o emprego com que sonha”. Pior que isso, passa a desacreditar de si mesmo: /nunca serei nada na vida/. Podemos apresentar vários exemplos como: entrevistas de emprego – “ninguém me dá valor”; concursos diversos; promoção que nunca chegam; relacionamentos amorosos; negociações financeiras, etc… Isso sem falar de uma avaliação negativa da própria potencialidade. Essa é a maior causa da ansiedade em pessoas frustradas: a sensação de que não deram certo como seres humanos.
Mas por outro lado, a vida sem frustrações é uma impossibilidade. As perdas, e embaraços que surgem na trajetória da vida podem contribuir para motivações e vitórias. Quantas pessoas tem feito das frustrações a virada pro sucesso! E tem mais, as frustrações não são evitadas, devem ser superadas, e assim apreendemos a lidar melhor com qualquer situação dentro deste parâmetro. Isso é aceitar realidade.
A vida em todo o seu percurso é uma realidade, e as adversidades surgem durante o trajeto. Cabe a mim e a você mantermos o foco, ainda que surjam as frustrações. Aceitar que as frustrações fazem parte da vida natural, é o primeiro passo pra lidar com ela, pois não somos personagens de um conto de fadas, a vida em si, não é um conto de fadas. Cedo ou tarde ficaremos frustrados com uma ou outra circunstância ou conosco mesmo.
Saiba você que em algum momento as coisas não sairão como o que foi planejado. E, seu empenho para superar os imprevistos é uma iniciativa positiva. Para concluir, o fato de algo não sair como eu gostaria, não é uma prova de meu fracasso como indivíduo, pois as circunstâncias não dizem quem nós somos. Levante a cabeça e experimente recomeçar dando uma chance a você mesmo!
Eu posso ajudar você!
Roberto Cosme dos Santos: é sociólogo formado em teologia com especialização em psicologia pastoral.
contatorobertosantos@outlook.com