Prazo para documentação de vagas remanescentes termina quarta

A Prefeitura de Assis Chateaubriand alerta que as famílias já inscritas que pretendem concorrer às vagas remanescentes do Residencial Moacir Micheletto precisam urgentemente apresentar documentação para prévia análise cadastral. O prazo termina na próxima quarta-feira (10) e os nomes foram publicados pelo Município em edital, onde também constam as regras do sorteio.

A lista possui 490 pessoas, que devem comparecer no Departamento de Assuntos Comunitárias e Habitação, na Prefeitura, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30, munidas de RG e CPF dos titulares, comprovante de estado civil, comprovante de residência, comprovante de renda do casal, extrato do INSS (se receber BPC), contrato de aluguel ou declaração do proprietário e laudo em casos de pessoas com necessidades especiais.

Na entrega de documentação, é necessário que a família comprove os dados prestados no ato da inscrição. Caso seja constatada omissão ou falsidade nas informações, ela automaticamente será desclassificada. Denúncias referente à incompatibilidade de famílias inscritas devem ser encaminhadas à Prefeitura.

Neste segundo sorteio, da lista de 490 concorrentes pré-habilitados, serão sorteados 6 para ocuparem as vagas remanescentes das 200 unidades habitacionais. Para formar um novo cadastro reserva, serão sorteadas outras 39 pessoas.

O novo sorteio se fez necessário, após intensa fiscalização sobre as condições sociais das famílias classificadas no primeiro sorteio, realizado em 14 de fevereiro com 750 concorrentes. Uma equipe de assistentes sociais fez visitas e apurou se os contemplados realmente se enquadravam nos critérios estabelecidos para receber o benefício da casa popular, como constar em grupos prioritários, formados por idosos, deficientes, mães solteiras com baixa renda e famílias em condições de vulnerabilidade, beneficiárias de programas sociais. Outra exigência é não possuir imóvel próprio e a renda familiar ser de até R$ 1.800.

“Na vistoria, constatou-se que entre as 200 pessoas classificadas titulares e 60 suplentes, 64 famílias não se enquadravam e, por isso, foram desclassificadas, mas também houve casos de desistência, falecimento e de candidatos não encontrados. Esta fase de fiscalização resultou na exclusão de quase 25% dos sorteados”, explica a assistente social Carla Andressa Ferreira, do Setor de Assuntos Comunitários e Habitação.

O novo sorteio será realizado na segunda quinzena de julho em data e local a serem divulgados.