A prática da gratidão é um caminho para a felicidade

Gratidão vai além de dizer obrigado a um gesto de educação ou solidariedade de alguém. Por vezes, esquecemos de agradecer ao que é essencial em nossas vidas. Mal sabemos que a prática de gratidão traz benefícios em várias áreas, desde a saúde física à saúde emocional.

A gratidão interfere no nosso cérebro. Quando agradecemos ou nos sentimos gratos por algo ou alguém, elevam-se os níveis de dopamina, um neurotransmissor responsável pelo bem-estar, humor e prazer. Consequentemente, nos sentimos mais felizes, leves e satisfeitos uma vez que ativamos o sistema de recompensa do cérebro.

Por ser uma emoção positiva, a gratidão amplia o sentimento de bem-estar emocional nos tornando mais resilientes, felizes, sociáveis, saudáveis e criativos. Além disso, a gratidão reduz as sensações e emoções negativas, como tristeza, dor e raiva.

Conseguimos encontrar motivos para agradecer mesmo quando passamos por experiências negativas. Um relacionamento tóxico não deixa somente lembranças negativas, mas, traz consigo superações e amadurecimento. Em qualquer situação conseguimos encontrar motivos para agradecer.

A gratidão deve ser exercitada diariamente para que possamos nos sentir mais leves e plenos. Assim como o perdão, praticar a gratidão não é fácil quando focamos nos pontos negativos das situações e resistimos em deixar pra traz. Quando você escapa de um acidente, as memórias trágicas tendem a te tomar o maior espaço da sua memória e sentimentos. Quando você prioriza o ponto de estar vivo, sobrarão motivos a agradecer.

Muitas vezes precisamos ser gratos mesmo quando algo não ocorre de maneira positiva. Tente perceber seu nível de gratidão em relação aos amigos, ao seu trabalho, relacionamentos amorosos, à saúde e demais áreas da vida. O que o incomoda? Deixou de dar importância a algo que agora acredita ser essencial?

Crie estratégias que possam aumentar o seu nível de gratidão, em cada parte de sua vida. Lembre-se que esse plano de ação deve depender somente de você.

Distribua alegria e paz mesmo que tudo pareça perdido. Esta ação muda a forma com que você enxerga o mundo e a sensação é que o mundo se transforma ao seu redor, quando na verdade, é você mesmo.

É um sentimento, um valor que merece ser cultivado e exercitado independente da forma com que as situações se apresentem.

A gratidão não é a solução para tudo, mas, é um bom caminho para a cura das feridas emocionais.

 

Silvana Pedro Pinto é psicóloga, pedagoga, especialista em educação especial, psicopedagogia e neuropsicologia. Atende adultos e crianças com problemas emocionais e comportamentais através da abordagem psicanalítica e Programação Neurolinguística na Clínica Bambini.