C.Vale duplica sobras aos associados

Os associados da C.Vale vão poder retirar, a partir de segunda-feira, 3, o maior valor em sobras da história da cooperativa. Serão R$ 89 milhões do exercício de 2019 contra R$ 42 milhões de 2018. O pagamento do retorno foi aprovado em assembleia que reuniu 1.300 pessoas, nesta sexta-feira, 31, na Asfuca de Palotina. O valor total das sobras saltou de R$ 100 milhões para R$ 245 milhões, puxado pelas exportações de carne de frango.

O presidente da C.Vale, Alfredo Lang, explicou que a peste suína africana na China e o dólar alto favoreceram as exportações do produto e melhoraram a rentabilidade da cooperativa. Segundo ele, a avicultura ajudou a compensar os efeitos das estiagens que reduziram o recebimento de soja em mais de 10 milhões de sacas no ano passado. A agro industrialização foi decisiva para que a cooperativa crescesse 4,91%. O faturamento alcançou R$ 8,92 bilhões contra R$ 8,5 bilhões de 2018.

Para 2020, uma das metas da cooperativa é elevar a produção de frangos de 600 mil para 620 mil frangos/dia e de peixes dos atuais 90 mil para 100 mil tilápias/dia. Paralelamente, a C.Vale vai colocar em operação um frigorífico com capacidade para processar até 200 mil frangos/dia em Umuarama, onde vai gerar dois mil empregos. No segundo semestre de 2020, a cooperativa vai inaugurar um hipermercado em Assis Chateaubriand.

 C.VALE EM 2019

 FATURAMENTO: R$ 8,92 BILHÕES

SOBRAS AOS ASSOCIADOS: R$ 89 MILHÕES

FUNCIONÁRIOS: 10.634

ASSOCIADOS: 21.920

IMPOSTOS: R$ 327 MILHÕES

DISTRIBUIÇÃO DAS SOBRAS FOI APROVADA PELOS ASSOCIADOS E COMEÇA NA SEGUNDA-FEIRA, DIA 3

ASSOCIADOS RECONDUZIRAM LANG À PRESIDÊNCIA E ELEGERAM NOVOS CONSELHEIROS

EM 2020, A C VALE VAI INAUGURARA UM HIPERMERCADO EM ASSIS E COLOCAR

UM FRIGORÍFICO DE FRANGOS EM UMUARAMA