Chateaubriandense é promovido ao profissional da Ponte Preta

A história do chateaubriandense Vinicius Leonardo (Léo) com a camisa da Ponte Preta de Campinas, não é de hoje. Tudo teve início há cinco anos, quando após avaliação de atletas, realizada pela Macaca em Assis Chateaubriand, o menino de apenas 14 anos, foi aprovado e passou a integrar o elenco sub-14 da equipe de Campinas. Exemplo de dedicação e amor ao que faz, Léo superou todas as dificuldades, como a ausência da família e a distância dos amigos, para transformar seu sonho de ser jogador de futebol profissional em realidade.

Nas categorias de base da Ponte, o chateaubriandense foi pouco a pouco garantindo seu espaço, até que em 2017, veio a primeira conquista como titular. Em final diante do Palmeiras, a Ponte Preta conquistou o título de campeã paulista sub-17 e no ano seguinte, foi eleito o segundo melhor zagueiro do campeonato paulista de base, o que definitivamente credenciou o chateaubriandense como uma grande promessa para o futebol.

O sonho de ser atleta profissional começou a se transformar em realidade no dia 26 de novembro. Convocado para integrar o elenco principal da Ponte Preta para partida da série B do Campeonato Brasileiro, diante do Brasil de Pelotas, a Ponte Preta venceu pelo placar de 4×0 e Léo teve atuação convincente como zagueiro titular, agradando ao técnico e diretoria do clube, que a partir de então anunciaram o atleta de 19 anos, como o primeiro reforço da equipe profissional para o paulistão de 2020.

A assinatura do contrato que vai até o fim de 2021, aconteceu na sexta-feira, 29, e foi motivo de comemoração, não só para o atleta, como também para os pais, Paulinho Gabriel e Silvana, que sempre incentivaram o filho na busca pelo seu sonho. Vinicius Leonardo (Léo) está em Assis Chateaubriand em período de férias e deve se reapresentar ao elenco profissional da Ponte Preta no início de janeiro de 2020, quando a equipe de Campinas iniciará sua pré-temporada visando as disputas do Campeonato Paulista.

 

Atleta está de férias em Assis Chateaubriand e se reapresentará para a Ponte Preta somente em janeiro.