Copacol mantem atividades apesar da Pandemia

Considerada uma das maiores Cooperativas do agronegócio brasileiro, com comercialização de produtos à base de frango e peixe no Brasil e no mundo, a Copacol apesar da pandemia do Coronavírus (Covid-19), mantêm normalmente suas atividades.

Todas as recomendações do Ministério da Saúde estão sendo cumpridas, tanto no que se refere a liberação de colaboradores como; gestantes, pessoas com idade superior aos 60 anos e as pessoas que pertencem ao grupo de risco, o trabalho home office, por parte de alguns colaboradores que de suas casas conseguem desenvolver suas funções, bem como nas medidas de segurança, com a utilização de álcool em gel 70%, uso obrigatório de máscara para o colaborador, a duplicação no número de ônibus, entre outras medidas preventivas, que visam a segurança dos colaboradores e cooperados.

O cumprimento dessas medidas contribui para o bom andamento dos trabalhos, e fazem com a atividades possam ser mantidas na Cooperativa.

Em entrevista ao programa de rádio da Cooperativa, Estação Copacol desta sexta-feira dia 24, além de outros assuntos, o presidente Valter Pitol, falou sobre o andamento dos trabalhos. Segundo ele, as atividades continuam normalmente, principalmente nas indústrias de aves e peixes.

Da mesma forma ele falou sobre o setor agrícola, o qual os trabalhos estão sendo conduzidos normalmente, inclusive comentou sobre o atual mercado da soja, que segundo ele vive um bom momento.

Na área avícola ele comentou sobre as medidas adotadas recentemente, com a diminuição no volume de abate em 17% e o intervalo de 25 dias para alojamento das aves. Ainda sobre a atividade, o presidente comentou sobre a decisão de não fazer a parada de uma semana na indústria para manutenção, uma vez essa medida já estava prevista desde o ano passado.

“Decidimos que não iremos fazer essa parada agora e assim darmos sequência na produção. Esperamos que nenhum imprevisto aconteça até o fim do mês de maio, e assim poderemos fazer com segurança as mudanças em alguns setores que passaram por reestruturação na indústria de aves”, afirma Pitol.

No que se refere ao mercado de carnes, ele disse que houve uma pequena redução, nas vendas no mercado interno, mas que ainda não impede a produção, o que segundo ele é bom para o produtor e a Cooperativa.

Pitol disse que com relação as ações voltadas ao cooperado como, reuniões dos comitês educativos e demais encontros promovidos pela assessoria de cooperativismo que envolvem grande número de pessoas, esses continuam suspensos, mas assim que tudo voltar à normalidade os encontros serão realizados.

“Fazendo um resumo geral dos trabalhos da Cooperativa, estamos mantendo as nossas atividades atendendo todas as recomendações dos órgãos de saúde. Somos uma Cooperativa que produz alimentos, estamos dando a nossa contribuição, mantendo os trabalhos no campo junto ao cooperado, gerando emprego na indústria, com distribuição de renda para toda a região e produzindo alimentos para o Brasil e o mundo”, destaca Pitol.