Dia D da Campanha de Multivacinação e Poliomielite acontece neste sábado

Secretaria de Saúde informa que postos atenderão das 8h às 17h

 

Sábado (17) será o Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação e Poliomielite, iniciada em 28 de setembro e que segue até 30 de outubro. Durante o sábado, todas as 11 Unidades Básicas de Saúde de Assis Chateaubriand estarão mobilizadas, das 8h às 17h, para atender ao público-alvo, que vai de crianças e adolescentes a adultos e idosos.

“Precisamos que os pais levem seus filhos até os postos de saúde para receberem a proteção. Lembrando que é preciso levar o cartão vacinal”, enfatiza o secretário de Saúde, Agnaldo Vieira, que afirmou que todas as medidas sanitárias preventivas deverão ser obedecidas, como o uso obrigatório de máscara.

Multivacinação

A multivacinação tem por objetivo atualizar a caderneta vacinal de crianças e adolescentes menores de 15 anos que deixaram de receber a proteção entre as 18 vacinas ofertadas pelo Programa Nacional de Imunização. Por isso, é preciso apresentar o cartão para que os profissionais de saúde avaliem se há alguma pendência. Até quinta-feira (15), apenas 166 vacinas foram aplicadas, informou o Município.

Poliomielite

Já a vacina contra a pólio, conhecida como paralisia infantil, tem como alvo menores de 5 anos e a meta mínima é alcançar 95% das 1.639 crianças de Assis Chateaubriand nessa faixa-etária. A preocupação da Secretaria de Saúde é que, com mais de duas semanas de campanha, somente 265 crianças foram imunizadas – representando uma cobertura de apenas 16%.

Sarampo e Influenza

A Secretaria Municipal de Saúde também está aplicando a vacinação contra o sarampo e a influenza, que segue até 31 de outubro. O sarampo é uma doença que, após ser erradicada, voltou a circular no Brasil desde 2018 com o registro de quase 30 mil casos e a confirmação de 30 mortes. No Paraná, até agosto, foram registrados 3.410 casos. A vacina utilizada é a tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola. Devem ser imunizadas todas as pessoas com idade entre 20 e 49 anos.

De acordo com a Secretaria de Saúde, apesar de a vacinação contra o sarampo ter sido iniciada em março, muitas pessoas ainda não foram imunizadas. Levantamento do setor de Vigilância Epidemiológica mostra que, das 14.685 pessoas nessa faixa-etária, apenas 2.407 haviam procurado pela vacina – representando uma cobertura de 16%.

Um dos motivos apontados pela ausência, além da própria falta de preocupação de alguns cidadãos, seria o receio de comparecer nos postos de saúde, uma vez que a campanha foi aberta durante o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Para ampliar a cobertura vacinal, a Secretaria de Saúde organizou equipes volantes que visitaram empresas e repartições públicas. A ação descentralizada proporcionou 996 imunizações contra sarampo e 888 contra influenza.