Homem detido com notas falsas tinha mandado de prisão por duplo homicídio

Após a prisão de um homem com notas falsas de R$ 20,00 e R$ 50,00, ocorrida por volta das 13h10 desta quarta-feira (18), foi constatado que havia um mandado de prisão contra ele por homicídio, ocorrido em frente a um restaurante de Cascavel. O crime acontece na madrugada do dia (05) deste mês, no bairro Cascavel Velho.

Segundo a polícia, as mortes foram motivadas por uma briga em um restaurante da Avenida Brasil. Depois da discussão, um homem que estava em veículo Gol, foi atrás de um Fusion e atirou contra o motorista e dois passageiros na Rua Itália, próximo a Rua Milão. O motorista do Fusion, Diego André Morinelli, 28 anos, morreu no local. Douglas Bruchinski, 25 anos, com ferimentos graves foi levado ao HU, na época atingido na coxa, mas a bala subiu para o abdômen.

Outro rapaz, Sebastiao Apolinário Gomes Neto de 26 anos, morreu no dia (07), após internamento no mesmo hospital.

O corpo foi velado em Campo Grande (MS), após ser feito a doação de órgãos, fetia por uma equipe de Passo Fundo (RS).

Desde a fatídica data, o suspeito V. M. S., estava foragido. O rapaz foi abordado pela PM em patrulhamento na Avenida Dom Pedro II, onde foi avistado uma Montana preta em atitude suspeita.

O condutor identificado não possui CNH, mas estava dirigindo uma Montana Conquest de cor preta, ano 2005. Com ele, os policiais encontraram a quantia de R$ 2.704,00 de procedência duvidosa. Foi localizado duas notas de R$ 20,00 e uma nota de R$ 50,00 falsa e um Iphone 6S de cor prata. Em consulta ao sistema, os policiais constataram que o rapaz já havia sido preso por porte ilegal de arma e tráfico de drogas. Diante dos fatos ele foi encaminhado até a sede da 3ª Cia e encaminhado para a delegacia da Polícia Federal de Cascavel.