Maripá segue com fiscalização do uso obrigatório de máscaras

Até esta quarta-feira (22), 28 pessoas foram advertidas verbalmente.

As equipes de servidores do Município de Maripá seguem diariamente nas ruas para
fiscalizar o uso de máscaras de proteção facial, que é obrigatório para toda a população,
conforme determina a Lei Estadual nº 2.189, de 28 de abril. Os servidores têm trabalhado em
escala de plantão e atuam em todo o município.

Segundo a regulamentação da lei, a abordagem inicial para pessoas flagradas sem
máscara deve ser em forma de advertência verbal para orientação. Até esta quarta-feira (22),
28 pessoas foram advertidas. Elas formam um relatório contendo dados pessoais e data e hora
da notificação e, em caso de reincidência, vão receber a multa que varia de R$ 106 a R$ 530
para pessoas físicas e entre R$ 2.120 a R$ 10.600 para empresas.

“Temos percebido que a população tem se conscientizado da importância do uso de
máscara conforme mostram os baixos números registrados, mas vale ressaltar o pedido para
que as pessoas continuem cumprindo todas as medidas de prevenção, como o uso do álcool
gel e o distanciamento”, destaca o coordenador do Setor de Vigiância Sanitária, Charley
Millbratz.

EMPRESAS – Além das demais medidas de prevenção à Covid-19 já adotadas, como a
disponibilização de álcool 70%, o decreto prevê ainda, que os estabelecimentos, públicos ou
privados, devem fornecer as máscaras aos seus funcionários. O documento também
estabelece a responsabilidade aos estabelecimentos para que supervisionem o uso delas por
todas as pessoas, incluindo o público em geral.

Caso algum cliente se recuse a usar a máscara para adentrar um estabelecimento
comercial, o empresário deve informar a Polícia Militar: (44) 99984-9030 ou o disk denúncia do
município: (44) 99721-6045 para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

 

 

 

Camila Angst
Chefe da Divisão de Imprensa e Comunicação
Município de Maripá