Parceria com Itaipu resulta em mais de 10 mil metros de curvas de nível, em Jesuítas

Nesta semana, o serviço de conservação de solo em terrenos inclinados foi finalizado em propriedades do município de Jesuítas. A manutenção das curvas de nível foi realizada graças a uma parceria com a Itaipu Binacional, que viabilizou um subsídio de 80% pela hidrelétrica. O convênio celebrado, entre o município e a Itaipu, também contempla a recuperação de nascentes e a trafegabilidade nas estradas rurais (cascalhamento), entre outras ações.

O prefeito de Jesuítas, Junior Weiller, acompanhado pelo secretário de agricultura, Agenor Barbosa, pelo responsável técnico e gestor de convênios da Itaipu, Marcelo Uliana e pelo chefe do escritório da EMATER Jesuítas, engenheiro agrônomo Roberto Natal Dal Molin, acompanhou as medições dos serviços, nas propriedades. Ao todo, nesta etapa, foram 10.150 metros de curvas de nível, construídas e/ou recuperadas, em várias propriedades rurais.

“Nós seguimos com o trabalho em todas as frentes, para que Jesuítas possa seguir em seu progresso, oferecendo melhores condições para o jesuitense fazer, o que faz de melhor, que é trabalhar. Para isso, parceria é fundamental! E a Itaipu tem sido uma parceira sem igual. Todo o nosso agradecimento à hidrelétrica, por mais esta conquista para a nossa gente”, comemorou o prefeito Junior Weiller.

 

 

“É um serviço fundamental para manter os nutrientes do solo e evitar o assoreamento nos rios”, afirma o engenheiro agrônomo da EMATER-Jesuítas, Roberto Natal Dal Molin.