Todos precisamos de terapia

A carência individual é cada vez mais frequente na vida das pessoas, e não é só de algumas não, mas de todas. As pessoas carentes estão sempre sentindo a necessidade de mais alguma coisa, sendo que há um vazio permanente que não são palavras ou objetos que preenchem.

Nesses últimos dias diante da trágica situação em que o mundo vive, pode se notar pelas redes sociais, ou mesmo bem próximo de você, o quanto as pessoas estão sendo solidárias umas com as outras, principalmente, com os mais idosos, no que se refere a ajuda em ir ao mercado, a padaria, a feira, a farmácia etc.

Há sempre alguém se colocando à disposição pra ajudar o próximo. O quanto isso é válido e importante nesse período tão difícil que nós vivemos? Observa-se também que diversos são os profissionais, entre eles, personal trainers, fisioterapeutas, psicoterapeutas, trazendo informações e orientações de todos os tipos de terapia. E é bem verdade que todos precisamos de terapia, seja física ou psicológica. Considerando que o momento tem sido de dias de reflexões sobre a vida e tudo ela nos envolve, há um outro tipo de terapia que precisamos praticar, além do que já temos exercitado, chama-se terapia espiritual. Ela se desenvolve através de orações e jejuns, e talvez nesses dias devamos fazer com maior intensidade, assim como fazemos nas academias quando queremos perder peso, fazendo exercícios com maior veemência, força, colocando mais peso nos aparelhos, diminuindo a alimentação, tomando mais líquidos, enfim buscando um ajuste melhor para o nosso corpo em todos aspectos.

Todos precisamos de terapia, e o que sugiro aqui, e o que por certo muitos já estão fazendo, é a terapia espiritual, rogando a Deus a sua misericórdia sobre nós, nossa cidade, nosso estado e nação, pois esse exercício, contribuirá também para controlar suas emoções nesses dias de tanto aperto. Como disse, são várias orientações, mas nem todas podem ser tão eficazes como buscar em Deus o livramento.

Em 2º Crônicas cap. 7 versículo 14, (versão Almeida), está escrito: “Se o meu povo que se chama pelo nome, se humilhar, orar e me buscar… então eu sararei esta terra, diz o Senhor”.

Todo planeta hoje é vítima dessa peste, onde cientistas no mundo inteiro têm se intensificado na busca de soluções, mas como se percebe pouco êxito foi obtido. O que nos resta então? Buscar em Deus o livramento a exemplo de outros países e cidades pelo mundo, até que passe essa calamidade.

Roberto Cosme dos Santos é sociólogo e teólogo

com especialização em Psicologia Pastoral.

contatotorobertosantos@outlook.com