Trocar de mulher está virando moda

Trocar a mulher por uma mais nova está se tornando normal para muitos homens. A atitude masculina chama atenção de algumas mulheres, que passaram a ficar preocupadas e com medo por sua situação. A tragédia maior fica por conta dos filhos que não entendem os motivos da separação e crescem traumatizados. O que se pode dizer desses irresponsáveis, nada mais nada menos que chamar de: “canalhas e covardes”. Os filhos não podem pagar pelos erros dos pais, justiça neles.

Prefeito aborrecido

O prefeito de Assis Chateaubriand, João Aparecido Pegoraro, afirma que não tinha a mínima intenção de comprar um carro, no valor que circulou nas redes sociais. Algumas semanas atrás, ele já tinha nos afirmado que não queria carro de luxo para serviço de seu gabinete. Maldade sem limites! Novamente, fica o alerta às autoridades que acabam dando ouvidos aos bajuladores de plantão: Um palpite de alguém sem noção, pode complicar o meio de campo.

Cadê o dinheiro?

O comércio já deu conta que o dinheiro sumiu, evaporou. Nossa economia vem do campo e o campo sofreu com a seca. Quando isso acontece o reflexo se manifesta de imediato. A produção da soja desse ano é apenas para pagar os custos de plantio, não sobrará quase nada para o agricultor, que consequentemente coloca o pé no freio nos gastos. Depois dos agricultores, os comerciantes são os primeiros a sentirem, ao registrarem queda nas vendas. É bom lembrar que esse desfalque levará uns dois anos para ser superado totalmente.

Barulho de fogos tem fim em Toledo

A Câmara Municipal de Toledo aprovou o projeto que coloca fim nos fogos barulhentos, a iniciativa foi dos próprios vereadores. Quem sabe a moda pega e chega a todos os municípios aqui do Oeste do estado. Parabéns à Câmara de Toledo por abrir o caminho para o fim de algo que prejudica a saúde dos animais, além de perturbar as pessoas.

 

Estimulante sexual e as suas versões

Com o aparecimento do estimulante sexual (Viagra) muitas pessoas passaram a viver um dilema: posso ou não posso tomar esse medicamento. Muita gente afirma que não há risco de morte por infarto, ou outros efeitos colaterais danosos à saúde. Contudo, todo cuidado é pouco. É bom ter alguns cuidados, como por exemplo consultar seu médico. Ele saberá dizer se você pode ou não tomar esse tão desejado “azulzinho – considerado um milagre da ciência”.